domingo, 4 de dezembro de 2011

Ok, você venceu, batata frita..

A PRIMEIRA DA TRILOGIA DOS ANOS 80






OK VOCÊ VENCEU BATATA FRITA
(Por Paulinho Schüler)


Quem comeu se lambuzou.. ANOS 80. Anos que acabaram com a ditadura e trouxe o voto pelo povo para o povo. O Programa do Chaves acabara de começar a ser exibido pela antiga TVS, hoje SBT, tinha MEEEEEDO do palhaço Bozo. 

Os trapalhões original era a união da família antes do Fantástico, outro que sempre foi um alerta. Quando a música do Fantástico tocava, ME FAZIA LEMBRAR de pagar as contas na segunda-feira. Smurfs, Thundercats, He-man e quem não cantou as músicas da Xuxa, “...ilari, lari, lariê... pula, pula,bole, bole...”, nas festas e carnavais da vida? Falando em Carnaval, e a Noite do Municipal! CHIQUÉÉÉÉÉRIMA, todos com fantasias feitas por grandes costureiros e homens de Black Tie. Depois é claro o cachorro quente do Alemão ou Kaiskidum. 

Os comerciais da Bombril, do primeiro sutiã, Tang... “apanhe o sabonete, pego uma canção e vou cantando sorridente... Duchas Corona, dando um banho de alegria...” quem não sentou na frente da TV pra ver os Festivais da Globo; tinha Amelinha, Jessé. Tetê Espíndola... “Você pra mim foi o sol
 de uma noite sem fim 
que acendeu o que sou
 e renasceu tudo em mim…” E as novelas Roque Santeiro, Que Rei Sou Eu, Vale Tudo, Pantanal da Juma e a americana Dallas. 
Os bordões que agente copiava e falava pro’s outros no colégio: “Bocão, sois rei, mui amigo, cala a boca batista, afff tô morta, é mentira Terta, e o salário ó”. “Tantantan-tantantan… lá vai Ayrton Senna, é DO BRASIIIIIIIIIL. O voley do nosso Renan Dal Zotto, GOOOOOOOOOOOL, Flamengo de Zico e o Grêmio de Renato Gaúcho Campeões Mundiais. Nos cinemas MEDOS com Poltergeist, CHOROS com Ghost, RISOS com Loucademia de Polícia e EMOÇÕES com E.T. o extra-terrestre. E o ROCK NACIONAL, desabrochava, com Ritchie, RPM, Leo Jaime, Legião Urbana, Barão Vermelho, Blitz  e outros!

OK VOCÊ VENCEU BATATA FRITA


Paulinho Schüler é escritor, nasceu e mora em Florianópolis. 

Nenhum comentário: